*** Exclusivo para Empresas

Artigos e Novidades

A Renegociação de Dívidas Bancárias pode Salvar sua Empresa

A Renegociação de Dívidas Bancárias pode Salvar sua Empresa.

 

017-03-2017

 

Você já pensou que o volume que você paga mensalmente aos bancos, além de principal e também os juros pode ser o causador da situação de “aperto financeiro” que sua empresa vive no momento?

Quando volume de vendas cai ou se mantém com descontos, à margem de lucro tende a cair, por mais que você busque reduzir seus custos fixos, ainda assim acaba ocasionando um desequilíbrio entre margem de contribuição e custo fixo, o que resulta em prejuízo e o prejuízo nada mais é do que a geração de caixa negativo; com isso você vai ter que estar buscando recursos nos bancos, porém, no momento atual (março de 2017) onde os bancos retiraram no último ano, mais de 1 trilhão de reais da Economia, sua empresa não tem mais os limites que tempos atrás estavam disponíveis, com isso sua empresa fica sem recursos financeiros para poder cobrir os prejuízos que vem ocorrendo de uma maneira geral mensalmente, assim o caixa de sua empresa vive estrangulado; uma alternativa interessante e a Renegociação de Dívidas Bancárias, nós realizamos esse trabalho exclusivamente para empresas, temos profissionais altamente qualificados, ex executivos bancários, com grande vivência (banco/empresa), mais de 20 anos trabalhando exclusivamente com Renegociação Bancária, temos a certeza que  conseguiremos para sua empresa resultados que jamais serão obtidos numa negociação direta entre empresário x banco; até porque não há como ser especialista fazendo uma única vez essa negociação, isso requer experiência, e nossa equipe tem essa expertize,  nossas negociações de dívidas bancárias são bem realizadas, focando a empresa como a maior beneficiada; trabalhamos buscando a carência no processo de renegociação, geralmente é o primeiro desejo do empresário, para que possa “fazer um caixa”, alongamos o prazo de pagamento, reduzimos as taxas de juros, eliminamos garantias desde que as mesmas não sejam garantias reais, e com isso após o processo de renegociação que leva de 3 a 6 meses no máximo (tudo isso na esfera administrativa), com isso a empresa passa vive um cenário totalmente diferente, cenário saudável onde  vai poder focar exclusivamente no crescimento e trazer resultados ainda melhores.

Fale com a gente podemos resolver o problema do alto endividamento bancário de sua empresa.

 

 

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

www.renegociacaodedividas.com.br

e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br

tel:- (15) 98815.1487 – (15) 3013.0868

 

Renegociar Dívidas com Bancos tende a revitalizar a Empresa

Renegociar Dívidas com Bancos tende a revitalizar a Empresa

 

016-01-2017

 

Muitas vezes o pesadelo de ter um Passivo Bancário alto e que a cada dia torna-se “impagável” pode ser o momento ideal para transformá-lo em oportunidade à empresa.

Em razão de “n” situações, empresas buscam crédito em instituições financeiras, aumentam seus custos principalmente o financeiro, com isso reduzem suas margens e novamente recorrem aos bancos (esse ciclo torna-se vicioso), para que possam manter-se adimplentes, porem isso além de caro, expõem a empresa a um risco alto, com a possibilidade de não conseguir cumprir os compromissos assumidos; nesse o caminho que a empresa acaba por seguir, muitas fecham, outras acabam se capitalizando com o patrimônio dos sócios e muitas buscam a solução caseira que é sentar com os bancos e alongar o Passivo Bancário.

Com algumas exceções, a discussão do Passivo Bancário entre um empresário que nunca realizou a renegociação com Instituições Financeiras (que tem casos semelhantes como uma rotina para toda sua estrutura) acaba se tornando uma desproporção (sendo bem formal); exemplificando é como um time de futebol de bairro, tentar enfrentar um dos quatro clubes grandes do futebol brasileiro e buscar fazer uma boa apresentação, se perder de pouco será muito bom; só que no caso da Renegociação de Dívidas Bancárias o erro na negociação pode ser fatal, além da empresa vir a quebrar, porque enxergou a solução apenas no curto prazo, pode colocar em risco todo o patrimônio dos sócios.

Nossa equipe é especialista nesse assunto, temos profissionais (ex-Executivos Bancários) com mais de 15 anos atuando nesse tipo de serviço e sempre buscando as melhores alternativas as empresas que buscam pagar suas dívidas; nesse momento o pesadelo pode sim se transformar numa oportunidade, quando a negociação é realizada por profissionais, entre outros pontos trabalhados o “time” (tempo) é explorado da melhor maneira possível e com isso o perfil da dívida acaba sendo moldado da melhor maneira para a empresa, prazos menores, taxas semelhantes as praticadas no mercado de grandes contas, redução de garantias, alongamento dos prazos além da possibilidade de carência, com isso, a empresa que estava prestes a se tornar inadimplente, passa após alguns meses, a reduzir a necessidade de recursos financeiros (capital de terceiros), reduzí-los a números aceitáveis e que possam ser cumpridos.

Todo nosso trabalho é na esfera administrativa, o que torna a negociação além de mais rápida, bem mais em conta do que uma ação judicial, além de explorar na negociação o que há de melhor à empresa; e o melhor, os honorários são vinculados ao Sucesso.

Se sua empresa vive um momento semelhante, agora pode ser a hora de contratar especialistas no assunto em que o empresário não tem a obrigação de ser “expert”, e conseguir em pouco tempo transformar o cenário ruim atual num cenário promissor e com sobras de caixa e resultados.

Fale com a gente!!!

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

www.renegociacaodedividas.com.br

e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br

tel:- (11) 98815.1487 – (15) 3013.0868

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, Aracaju, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Rio Branco, Palmas, Cuiabá, Campo Grande, entre outras principais cidades do país.

Não deixe sua empresa quebrar …

Não deixe sua empresa quebrar …

059-11-2016

A crise a qual estamos passando, se não for a maior já vivida pelo país é uma das maiores e com expectativa de retomada mais lenta, porém, não podemos ficar de braços cruzados e aguardar a melhora na economia, temos que buscar alternativas para solucionar nossos problemas e de nossas empresas.

Queda nas vendas, custo fixo alto, aumento do custo do dinheiro, aumento da inadimplência, falta de fluxo de caixa, entre outros, esses são nossos desafios diários; simplesmente “parar” e falar que não dá mais para continuar, nem sempre é a melhor saída.

Trabalhamos com nossos parceiros em diversas frentes, buscando otimizar resultados e o dia-a-dia das empresas, porem quando a situação atual engloba diversos itens que citamos acima, uma alternativa muito interessante é a Renegociação da Dívida Bancária; porém é preciso ter muito cuidado com essa alternativa.

Vamos esclarecer.

A renegociação até 2 anos atrás não era uma alternativa apresentada pelos bancos, porem diante da situação que expõe o banco ao não recebimento dos “empréstimos”, ela passou a ser uma “alternativa”, só que na grande maioria das vezes atende exclusivamente aos interesses dos bancos.

Quando a Renegociação é realizada por profissionais (especialistas) o cenário muda por completo, a renegociação tem por objetivo atender ao cliente, que reconhece a dívida e quer pagar, diante disso inicia-se todo um trabalho de planejamento específico para cada cliente, focando: alongar os prazos, por consequência reduzir ao máximo os valores das parcelas, com taxas de juros praticadas no mercado (taxas de juros que são possíveis de serem absorvidas pela empresa) e também a possibilidade de eliminar as garantias (exceto garantias reais), para que a empresa possa trabalhar com “oxigênio”. Esse cenário não é obtido em qualquer renegociação, até porque a renegociação numa empresa acontece poucas vezes em sua existência, porem para os profissionais, esse é seu dia-a-dia o que lhe dá “músculos” para brigar pelo cliente.

Todo o relato acima da renegociação realizada por nossa equipe, antes de ser colocada em pratica, é feita uma análise da capacidade de pagamento da empresa, para então ser formalizada a proposta aos bancos credores.

Tudo isso na esfera administrativa, que significa: mais rápido e com menor custo.

 

Consulte-nos!!!

Temos a melhor alternativa de solução para o Passivo Bancário de sua Empresa.

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

www.renegociacaodedividas.com.br

e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br

tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

 

São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.

 

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, Aracaju, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Rio Branco, Palmas, Cuiabá, Campo Grande, entre outras principais cidades do país.

 

 

 

 

 

 

Negociações Bancárias – Conduzidas Incorretamente

Negociações Bancárias – Conduzidas Incorretamente

014-04-2016

A medida que a situação da economia brasileira se consolida de maneira negativa, além da população ser afetada fortemente, também as empresas são sacrificadas.

Baixo crescimento da economia, alta no desemprego, falta de credibilidade, são alguns dos fatores que afetam diretamente os empresários, que muitas vezes vem carregando as dificuldades a muito tempo.

Vendo que a solução está distante, e sentindo-se pressionado por credores, para se manter vivo, acaba sendo levado a “negociar” as dividas bancarias com os bancos credores, e aí começa um pesadelo que trará a empresa 03 meses de tranquilidade.

Por que?

Os bancos são os fornecedores de sua empresa que tem mais informações de seu negócio (situação financeira) e segmento; sabe que sua empresa vem obtendo recursos com outros bancos e quanto, entre outras informações.

Ai lhe oferece a possibilidade de diminuir o valor dos pagamentos que sua empresa realiza mensalmente amortizando empréstimos passados; o empresário visualizando que parcelas menores vão trazer um alivio ao Caixa da empresa, muitas vezes é levado a aceitar essa proposta.

Nesse momento, em caso de aceite pelo empresário, qualquer dúvida do passado deverá ser esquecida, uma vez que um novo contrato será confeccionado e substituíra os contratos anteriores, além de que, as taxas do contrato que está sendo assinado, com certeza trarão taxas de juros maiores que as anteriores, justificada pelo cenário da economia, porém, o argumento do gerente será que “mesmo assim as parcelas ficarão menores que as atuais”, e esse problema acaba se resolvendo momentaneamente, para depois de alguns meses voltar à tona e trazer sérios problemas a empresa.

Nos últimos meses essa realidade foi a maior causa de empresários estar buscando apoio para solucionar o endividamento de suas empresas; situações que poderiam ser melhor conduzidas inicialmente, acabaram sendo “resolvidas” pela própria gestão (solução caseira) e com isso o “estrago” foi grande.

Podemos realizar a melhor negociação junto aos bancos que sua empresa pode obter; temos profissionais especializados (mais de 20 anos como Ex-Executivos bancários), com amplo conhecimento, grande capacidade de negociar e trazer a melhor alternativa à sua empresa, alongando prazos, reduzindo parcelas, diminuindo ou eliminando garantias e discutindo administrativamente cobranças indevidas realizadas no contrato pelo banco.

Antes de tomar uma decisão como essa, entre em contato.

Negociamos os honorários a assinatura dos contratos com os bancos (Honorários vinculados ao Sucesso).

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

www.renegociacaodedividas.com.br

e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br

tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

 

São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.

 

Negociação de Dívida (Empresa x Banco) Cuidado!

Negociação de Dívida (Empresa x Banco) Cuidado!

13-01-2016

 

Nos últimos 02 anos, vem sendo comum clientes nos procurar, necessitando Renegociar as Dívidas Bancárias de suas Empresas, porem o que mais nos chamou a atenção, foi o grande volume de Empresas que buscaram a negociação diretamente com os bancos; hoje as instituições financeiras se tronaram “mais flexíveis” a negociação, porem numa negociação que de um lado temos uma instituição gigante que dita as regras e define os limites (prazos e taxas) e de outro geralmente uma empresa pequena/média que tem a necessidade de sanar a situação do endividamento o mais breve possível e muitas vezes acaba coagida  com a possibilidade de restrição ou até uma discussão judicial.

Quando isso acontece, a probabilidade de ser uma Negociação ruim para empresa é muito grande e como consequência, nos próximos 06 meses uma nova Renegociação deverá ser realizada, porem com bases contratuais bem piores e diferente da primeira negociação.

É comum os bancos definirem o prazo máximo limite e a taxa (geralmente maior que a do contrato negociado), toda essa “facilidade” gera um alivio momentâneo ao Fluxo de Caixa da empresa, mas é momentâneo.

Negociação ou Renegociação deve ser realizada por especialistas, profissionais capacitados, com grande experiência, muitas vezes obtida quando exerciam suas atividades em instituições financeiras, pois sabem ate onde podem ir, sem que percam o poder da negociação; e principalmente focando o melhor para a empresa (taxas, prazos, limitando garantias e eliminando multas contratuais).

O ponto mais importante para poder realizar uma excelente negociação é o emocional, isso é o que os bancos mais sabem explorar. Profissionais especializados, conduzem esse processo, eliminando qualquer possibilidade que não atenda as expectativas da empresa (capacidade de pagamento).

Temos em nosso quadro de colaboradores, profissionais qualificados e capacitados para obter a melhor na  negociação para sua empresa.

Trabalhamos na esfera Administrativa e Judicial.

 

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

www.renegociacaodedividas.com.br

e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br

tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

 

São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.

 

Sorocaba, 18 de janeiro de 2016.

Sucessos de Empresas que tiveram suas Dividas Bancarias Renegociadas

Sucessos de Empresas que tiveram suas Dividas Bancarias Renegociadas
Nº 11-8-2015
Podemos compreender a indecisão de muitos empresários em definir o inicio dos trabalhos de Renegociação Bancária, geralmente quando se toma essa decisão é porque o volume do Passivo Bancário compromete em muito o Caixa da Empresa e se comparado ao faturamento mensal, equivale a alguns meses de trabalho.
É muito importante sabermos a razão desse Endividamento ate porque se não tratarmos também a causa, num futuro próximo ele poderá estar de volta, mas esse acaba sendo uma segunda solução, a decisão do momento é solucionar o grande volume de saídas de caixa que ocorrem mensalmente, comprometendo todos os demais compromissos do Contas a Pagar da empresa.
É natural que durante esse período o bancos “parceiros” abram os cofres para que a empresa possa buscar recursos e fortalecer a parceria empresa x banco, mas também é natural que ao identificar um alto endividamento por parte da empresa, que o banco “coloque o pé no freio” e passe a justificar de maneira negativa as solicitações da empresa na possibilidade de novas linhas de crédito.
E agora como resolver? Continuo pagando os Bancos ou priorizo meus fornecedores? Minha empresa vai entrar em processo falimentar/recuperação judicial? Será o fim de todo um processo de desenvolvimentos comerciais e sonhos que não foram concluídos?
Essas e outras questões passam a ser constantes no dia a dia dos empresários, porem algo deve ser feito.
Oferecemos ao mercado, a possibilidade de Renegociar o Passivo Bancário na esfera administrativa, uma alternativa legal, que quando bem conduzida, pode fazer com que a empresa passe a viver um novo momento de gestão. Nossos serviços visam: Alongar os prazos, ajustar as taxas de juros as praticadas no mercado (taxas não abusivas), no período de negociação a carência passa ser também uma alternativa para se iniciar os pagamentos e como consequência parcelas bem menores, capazes de ser assumidas pelas empresas, sem que causem transtornos em seus fluxos de pagamentos.
Em algumas empresas onde nossos consultores realizaram os serviços de Renegociação Bancaria é comum ouvirmos após alguns meses frases como as seguintes: “hoje nossa empresa não mais busca descontar títulos com os bancos”, “agora temos um faturamento em carteira”, “imaginei que estávamos no fundo do poço e a falência seria nosso fim”, “tentei por diversas vezes buscar uma alternativa com os gerentes de minhas contas, mas as respostas eram sempre as mesmas, que essa alternativa era fictícia”, entre outras.
Se sua empresa vive um momento semelhante, busque uma solução o mais breve, há casos em que a demora na decisão de se iniciar a renegociação foi tão protelada que um trabalho eu poderia ser fechado com custos fáceis de ser assumidos pela empresa foram encarecidos por outros custos entre eles judiciais e o “estrago” para ser solucionado requereu empenho profissional e custos maiores que os normais.

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!
www.renegociacaodedividas.com.br
e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br
tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868
São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, Aracaju, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Rio Branco, Palmas, Cuiabá, Campo Grande, entre outras principais cidades do país.

ENDIVIDAMENTO EMPRESARIAL E A POSSIBILIDADE DE RENEGOCIAR COM BANCOS

ENDIVIDAMENTO EMPRESARIAL E A POSSIBILIDADE DE RENEGOCIAR COM BANCOS

Nº 10-7-2015

Como grande parte das empresas necessitam de Capital de Giro para manter o dia a dia de seus negócios, com certeza no momento econômico que vivemos, com redução no volume de vendas em diversos segmentos, essa necessidade tende a aumentar, ai surgem fatores que acabam complicando a situação financeira da empresa, tais como: aumento no custo do dinheiro, critérios mais rigorosos para a concessão do crédito (aumento de garantias), redução de linhas de crédito, entre outros fatores.

Porem a empresa esta ativa e precisando de recursos, alguma decisão deverá ser tomada, caso haja alternativas diferentes, um estudo deverá definir a melhor solução; mas nem sempre há soluções disponíveis, à medida que o mercado identifica o aumento de riscos, o credito desaparece e o “parceiro financeiro” que pensávamos ter, aparece com inúmeras justificativas para não nos ajudar.

Empresas com dificuldade de credito, que estão inadimplentes ou não e querem manter-se ativas o mercado, precisam definir estratégias para superar o momento e evitar ações jurídicas que possam trazer sérios danos a gestão da empresa, pois numa ação é o poder de um “grupo enorme” contra uma empresa sem muita experiência jurídica (geralmente).

É importante sabermos que o Passivo Bancário (endividamento) é uma ferramenta comum em qualquer empresa e à medida que o volume de vendas se retrai, por consequência a margem de lucro diminui e ai os compromissos bancários acabam não cabendo mais no orçamento da empresa e algo precisa ser feito rapidamente, para que não vire uma “bola de neve”, senão o estrago será bem maior.

Quando buscamos uma possibilidade de alongar os prazos das linhas de créditos com os bancos, é normal termos uma resposta negativa (pois alongar os contratos em andamento, não são tratados como praticas normais) e quando a resposta não é negativa, ela tende a ser mais benéfica aos bancos que a empresa; essa “solução” causa um alívio imediato ao empresário, porem em pouco tempo essa renegociação deverá voltar a ser discutida, com um custo bem maior, seja em garantias, taxas e muitas vezes, multas por não cumprimento dos novos contratos firmados.

Como em qualquer serviço, quando o mesmo é realizado por especialistas os resultados são os melhores, isso em qualquer área; para um serviço bem feito teremos os custos dos honorários, mas em contrapartida o benefício da uma boa renegociação será uma gestão saudável à empresa, ao colocarmos “na balança”, posso dizer com toda convicção “vale a pena”.

Antes de tomar uma decisão quando o assunto for dificuldade em pagar seu Passivo Bancário, ou optar em realizar por si próprio a renegociação, faça-nos uma consulta, dentre os benefícios podemos trabalhar para lhe garantir: carência para inicio dos pagamentos, taxas de juros dentro de um padrão aceito/saudável de mercado, alongamento dos prazos e como consequência parcelas menores mensais; o processo de renegociação será realizado dentro da capacidade de pagamento de sua empresa.

Trabalhamos somente com renegociação Empresa x Bancos em contratos adimplentes e inadimplentes.

 

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

www.renegociacaodedividas.com.br

e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br

tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

 

São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.

 

 

Recuperação Judicial x Renegociação de Dívida Bancária

Recuperação Judicial x Renegociação de Dívida Bancária
Nº 9-7-2015

O fantasma de quebrar uma empresa assusta muitos empresários a muito tempo, e num cenário como o atual, de baixo crescimento, altas taxas de juros, inflação em alta, entre outros problemas econômicos e sociais, esse temor fica mais forte.
Com certeza é assustador um futuro incerto como o que se projeta, isso faz com que muitos empresários cheguem a tomar decisões precipitadas, ate por não conhecer e não buscar apoio para alternativas menos drásticas.
Há alguns anos após ser disponibilizada judicialmente a Lei de Recuperação Judicial, passou a ser uma alternativa muito utilizada, porém fatores negativo como: alto custo financeiro, processo de longo prazo, poucos casos de sucesso, acabam por definir que esse caminho deve ser utilizado após esgotarmos alternativas menos complexas.
A analise das informações Contábeis/Financeiras da empresa, mesmo que gerencial, devem ser fundamentais para definir qual caminho seguir; geralmente os maiores credores exercem uma pressão para solucionar o quanto antes o “impasse financeiro” do devedor e quando esses credores são: bancos e instituições financeiras, a solução pode ser muito mais rápida e com um custo financeiro bem menor, porem com grande eficiência, que poderá redirecionar a empresa a retomar seus caminhos de sucesso de maneira leve no que diz respeito ao Fluxo de Caixa.
Realizamos a Renegociação do Endividamento Bancário, para empresas em todo o território nacional. Nossos serviços são executados por profissionais “ex-executivos” bancários, preparados para obter o melhor resultado para sua empresa, disponibilizando após os trabalhos: Alongamento dos Prazos, Redução das Parcelas Mensais, Revisão de Taxas de Juros (ajustando-as taxas praticadas no mercado).

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!
www.renegociacaodedividas.com.br
e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br
tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.

Títulos sem Lastro (Títulos Frios)

TÍTULOS SEM LASTRO (FRIOS)
8-6-2015

O mercado esta se mostrando retraído em razão do ajuste fiscal que esta apenas no começo, quanto a expectativa de melhora, algumas previsões apontam apenas para 2017, isso torna sombrio o horizonte de curto e médio prazo dos empresários.
E o que fazer? Como dar sequencia as empresas ativas que em tempos “bons” já vinham com diversos problemas em sua gestão?
O Desanimo deve ser deixado de lado, temos que partir para cima com as mais diversas estratégias mercadológicas, porem temos que ter um cuidado com relação ao Custo Financeiro que em razão das ultimas altas da Selic e a expectativa do mercado de um futuro não dos melhores, acabam encarecendo os recursos financeiros.
Se o Endividamento esta alto, o negócio e revisar os custos fixos e buscar alternativas de baixá-los, além também de buscar otimizar as compras (Custos Variáveis), mas somente isso não irá solucionar a questão do Endividamento num curto prazo.
Nesse momento é preciso muita cautela para que as decisões sejam tomadas com sabedoria, é comum nesse período empresas se utilizarem de Títulos Frios, Títulos Bruxas, Títulos sem Lastro, etc.
Esse alternativa, uma vez aceita pelo banco credor (sem conhecimento é claro), cria uma zona de conforto no Financeiro da Empresa, e muitas vezes sem se preocupar que os títulos tem um vencimento e que esses compromissos vão estar somados a outros que fazem parte do operacional da empresa, gerando então uma necessidade de recursos de terceiros maiores ainda.
Se sua empresa esta prestes a realizar a operação de Títulos sem Lastro (Título Frio), ou já os emitiu e esta aumentando a “bola de neve”, tenha certeza que a alternativa de solução não foi tomada e nesse caso a Renegociação Bancária pode ser a melhor saída.
Alongamos os prazos de suas dividas, trabalhamos fortemente para reduzir as taxas de juros, as parcelas passarão a ser bem menores as praticadas atualmente, e tudo isso em pouco tempo e um custo muito baixo.
Ainda da tempo para regularizar e retomar o caminho de estabilidade de sua empresa.

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!
www.renegociacaodedividas.com.br
e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br
tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, Aracaju, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Rio Branco, Palmas, Cuiabá, Campo Grande, entre outras principais cidades do país.

Recuperação Judicial

Recuperação Judicial

Nº 7-6-2015
A recuperação Judicial, não deixa de ser uma alternativa para empresas que vivem um momento de muita turbulência e necessitam de tempo para retomar a estabilidade dos negócios, porem alguns pontos devem ser levados em conta:
O índice de empresas que optaram pela Recuperação Judicial e que obtiveram sucessos é baixo.
A Recuperação Judicial deve ser tratada como a ultima das opções administrativas/jurídicas a ser tomada.
O custo da Recuperação Judicial é muito alto, além de recursos financeiros para custear, o custo judicial com documentação, processos e administradores, dificulta muito essa alternativa que veio ao mercado para substituir a Lei das Concordatas.
No geral empresas costumam buscar esse caminho quando não mais conseguem saldar: Impostos, Financiamentos, Fornecedores e Folha de Pagamento.
Oferecemos ao nossos clientes alternativas para solucionar parte desses fornecedores.

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!
www.renegociacaodedividas.com.br
e-mail:- dividas@renegociacaodedividas.com.br
tel:- (11) 99699.1487 – (15) 3013.0868

São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do estado.